Um dia você vai voltar, depois dessas saídas repentinas da vida das pessoas, e uma delas simplesmente vai te ignorar, como se você jamais tivesse existido. Um dia, quem você acha que realmente é importante na sua vida pode te mostrar que você nunca passou de “mais um”. Um dia você vai perceber que aquele tempo, quando você tanto reclamava, era simplesmente a fase mais linda da sua vida, e você não deu valor, deixou passar. Vai haver um momento em que todos irão, em fim, reconhecer o amor de quem realmente merece, mas aí, haverá grande chance de a hora certa ter passado. Nunca se desfaça do amor de alguém, seja sincero, amigo, apoie, chore junto, converse, dê um colo, faça carinho, você nem imagina o quanto esse momento pode significar pra você no futuro.
Parece que um anjo de asas negras envolve a mulher apaixonada. O amor quando mal administrado nos suga a alma, nos tira a vida. Não se vê o mal, não se percebe o egoísmo, vivemos para o outro.
O amor é bom, nos deixa feliz, faz brilhar os olhos, mas o amor também aperta a garganta, enche o coração de angústia, mergulha a vida em lágrimas de sangue. Somos muito mais que os amores, mas demoramos entender.
Ela o amou, mesmo nunca sabendo se o sentimento era recíproco. Hoje, ela percebeu que sente falta do tempo em que estiveram juntos, da amizade, do grande carinho que sentiam um pelo outro, do amor.
Na época, por muitas vezes ela ficou descontente com ele, reclamava, chorava... Tantas vezes ele estava errado, se comportava de maneira errada, mas, mesmo não sendo um exemplo de pessoa, jamais a deixou sozinha e quando precisavam um do outro, deixavam as intrigas de lado, lutavam juntos, torciam.
Como todas as mulheres, ela sempre pensou dar muito mais importância à relação que ele, achava que apenas dela vinha o amor verdadeiro. Mas o cara ligava no meio da madrugada pra ouvir sua voz, e dizia que a amava, ria alto, conversava.
Eram novos, imaturos e inocentes quando se conheceram, a menina sonhava com um conto de fadas e um príncipe encantado, ele a fez perceber que tudo não passava de histórias infantis, a vida de verdade era diferente, mas ela nunca deixou de sonhar.
Eles moravam longe um do outro, passaram a maior parte do tempo separados, mas ao mesmo tempo, estavam tão juntos. Por muitos anos, ela pensou que jamais conseguiria viver sem ele. Ele a erguia toda vez que tropeçava, estendia a mão sem reclamar, ele jamais a ignorou, sem jeito, confuso, juntava algumas palavras e conseguia dar a maior força que ela poderia receber.
Na vida, podemos amar várias vezes, guardamos com carinho todas as vezes que o amor foi verdadeiro. Os dois se amaram da forma mais simples possível, mesmo que na época tudo parecesse tão complicado. Hoje, ela sente falta exatamente do que lhe fazia bem e que por tanto tempo pensou que fizesse tão mal. A vida escolheu para ambos, caminhos completamente diferentes, as responsabilidades do amadurecimento apareceram, e as irresponsabilidades também. Os dois foram se afastando, até que não deu mais certo, só Deus sabe como ela sofreu, pensou então em desistir do amor, nada jamais seria igual ao tamanho amor que ela sentia, mas superou. A vida os apresentou outros companheiros, eles tentaram, alguns deram certo, outros não.
O fato é que cada um seguiu sua vida, felizes ou não, eles tiveram que aprender a sobreviver sem um ao outro.
Às vezes a saudade bate, mas as pessoas só sentem falta daquilo que foi bom, não temos dúvida de que o amor foi verdadeiro, de que o companheirismo foi fantástico e que a relação foi saudável, muito mais que amantes, ele foram amigos, e a amizade vai prevalecer sempre, mesmo com tão pouco contato. Os corações param pra lembrar que um dia, um foi do outro, bate a saudade do abraço apertado, do colo, do carinho. Por orgulho, ou não, eles não se procuram mais.
(trs)

Sobre o amor

Parece que um anjo de asas negras envolve as mulheres apaixonadas. O amor, quando mal administrado nos suga a alma, nos tira a vida. Não se vê o mal, não se percebe o egoísmo, cometemos o erro de “viver para o outro”.
Você sente a força das asas, se vê presa, com o coração angustiado e banhado em lágrimas de sangue, mas só vai perceber, quando a história acabar. Nada é pra sempre.
Precisamos perceber que somos muito mais que eles. Valorização! O verdadeiro amor é o amor próprio, e quando amamos o outro, precisamos saber unir a felicidade e a liberdade, você não vive pra ele. Não tape seus olhos, não deixe de viver sua vida pela do outro, saiba, a sua vida nunca foi e jamais será dele.
Chorar não resolve, falar pouco é uma virtude, aprender a se colocar em primeiro lugar não é egoismo. Para qualquer escolha se segue alguma consequência, vontades efêmeras não valem a pena, quem faz uma vez, não faz duas necessariamente, mas quem faz dez, com certeza faz onze. Perdoar é nobre, esquecer é quase impossível. Quem te merece não te faz chorar, quem gosta cuida, o que está no passado tem motivos para não fazer parte do seu presente, não é preciso perder pra aprender a dar valor, e os amigos ainda se contam nos dedos.
Aos poucos você percebe o que vale a pena, o que se deve guardar pro resto da vida, e o que nunca deveria ter entrado nela. Não tem como esconder a verdade, nem tem como enterrar o passado, o tempo sempre vai ser o melhor remédio, mas seus resultados nem sempre são imediatos.
Charles Chaplin
Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger